Filmes

Adão Negro | Resenha Crítica

Adão Negro

Título: Black Adam

Direção: Jaume Collet-Serra

Roteiro: Adam Sztykiel, Rory Haines e Sohrab Noshirvani 

O longa-metragem do anti-herói, Adão Negro, é baseado nos quadrinhos de Black Adam da DC Comics. A história do campeão de Kahndaq, com sua origem de escravo no Egito Antigo e que lutou para libertar seu povo. Teth-Adam foi aprisionado numa tumba e despertado no século XXI, pela Professora Adrianna Thomaz quando ela estava em busca da coroa de Sabbac, um artefato importante na luta para libertação de seu povo.

Na contemporaneidade Teth-Adam vê as mudanças que ocorreram depois de 5.000 anos, e mesmo depois de tantos anos seu povo ainda sofria com exploração estrangeira, o enredo bem elaborado traz uma temática social a ser esmiuçada, com ambientação diferente do que comumente é apresentada nos filmes de super-hérois.

Adão Negro
Adão Negro

Teth-Adam é visto como ameaça pela Sociedade da Justiça, o grupo composto por: Senhor Destino, Gavião Negro, Cyclone e Esmaga-Átomo, parte em busca de Adão Negro para aprisioná-lo novamente. O filme é repleto de lutas alucinantes, os efeitos especiais muito bem trabalhados, com cenas em câmera lenta durante algumas batalhas.

O Senhor destino tem papel importante no enredo, com suas análises do futuro, Gavião é o principal rival do anti-herói, Cyclone uma mulher poderosa com intelecto surpreendente e o Esmaga-Átomo é o alívio cômico do filme, sem exageros e com leveza.

Adão Negro
Adão Negro

Dois personagens importantes na obra são Adrianna Thomaz e seu filho Amon, as suas motivações e seus princípios que fazem com que Adão Negro lute pela liberdade daquela nação, os dois criam um forte laço com o anti-herói, no decorrer do longa-metragem é notável como o filme foge do enredo repetitivo que vemos na maioria dos filmes de super-heróis.

O grande campeão de Kahndaq foi o filho de eth-Adam, que resolveu se sacrificar para salvar seu pai e passou seus poderes para ele através da palavra “Shazam”, que ativa e desativa os poderes do Adão Negro quando ele a profere. Ele não salvou o povo, mas se vingou da morte de seu filho, mas 5000 anos depois ele salva seu povo de Sabbac, mostrando que os sentimentos e a vontade de seu filho estão vivos em seu coração.

Adão Negro
Adão Negro

Adão Negro, consegue atrelar um bom enredo com muitas batalhas, além de trabalhar o contexto social, dentro da realidade proposta neste universo cinematográfico, é exposto o diversas mazelas que permeiam o colonialismo. Além de trazer dramaticidade para obra a relação de mãe e filho que perderam o marido/pai para o regime ditatorial, e buscam a melhoria na qualidade de vida de todos.

Adão Negro
Adão Negro

O filme possui muitos momentos que prendem a atenção do telespectador, a morte do Senhor Destino, o momento do aprisionamento e do despertar de Adão Negro, e o final  estarrecedor com ele partindo Sabbac ao meio, bem adequado para a proposta que é trabalhada no enredo e se finaliza com momento de epifania de Adão Negro.

A cena pós-crédito traz o encontro de Superman e Adão Negro, dando a entender que haverá um “duelo de titãs” entre os dois. Em suma, o filme Adão Negro é um dos melhores que o Universo Estendido DC já produziu.

Redatora do Tudo de Nerd, Lucinda Rocha, natural de Imperatriz - MA. Graduada em Letras - Língua Portuguesa e Literaturas de Língua Portuguesa pela Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão. Especialista em Teoria da Literatura e Produção Textual. Apaixonada por animes e futebol, Santista fanática e Naruteira!!!

Deixe um comentário